3 de setembro de 2014

TPM - Hoje e sempre!



Meses atrás, iniciei um serviço reeducativo de mim mesma. Uma atitude íntima de recolhimento, em oração e silêncio, para ouvir apelos interiores de melhoria e corrigenda. Na companhia de leituras edificantes, o tempo dilata a percepção de que "a natureza não dá saltos", como disse o filósofo Leibniz. Não existem processos mágicos.
É preciso querer ser e praticar o bem, assim como a paz diária. É preciso querer optar ser "bom de pedacinho" inclusive para si.
Viver o esforço consciente de SER é aprender mais sobre as próprias escolhas e renúncias,  sobre respeito, e que a paciência é, sem dúvida alguma, o amor em pleno exercício.


Muita paz!
Aline
03/09/2014

"Temos em nós o resultado de nossas obras, eis a lei" (Ermance Dufaux)

8 comentários:

  1. Amada amiga, como sempre tocou meu coração e mente em cheio :)
    É exatamente isso!
    Beijinhos com amor
    Analía

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amada amiga,
      É exatamente isso!
      Beijos na estrada...

      Excluir
  2. O exercício diário de paciência e silêncio, muitas vezes nos é muito doloroso...mas praticá-lo é essencial para nosso crescimento!!! Bjs Graça

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, doloroso, pois o mais fácil é agir com nosso ímpeto, e este nos coloca bem próximos as nossas sombras.
      Optando pelo menos fácil, pela consciência do que é correto:silêncio e paciência, em prece.
      Beijos com amor!

      Excluir
  3. Querida Anjinha, que bom tê-la de volta para, de uma maneira muito inspirada, nos auxiliar na reflexão consciente da nossa evolução.
    Bjos
    Regina

    ResponderExcluir
  4. Own, Regina amada, sinta-se fortemente abraçada. Namastê! :)

    ResponderExcluir
  5. Aline, que bom poder ler vc novamente.
    Estava esperando sua volta.
    Tempo necessário e às vezes muito doloroso. Com certeza que estamos no caminho certo guiado pelo Pai
    Beijos, Laine

    ResponderExcluir
  6. Minha volta tem a ver com sua espera também :) Gratidão por sua amizade e companhia, na leitura e caminhada. Beijos!

    ResponderExcluir