2 de abril de 2018

O que a palavra não alcança

Você já chegou "lá"?

Teve a sorte de nascer com bússola direcionando como “lá”chegar?

Ou você ainda marcha sem rumo, sem saber onde é “lá”?



Por que será que alguns enxergam, e outros não, onde  “lá” está?

Onde o “lá” se encontra?

Que a alma enxergue o que os olhos ainda não conseguem ver.

Aline

02/04/2018




23 de março de 2018

Como seguir em frente?


Depois de uma dor ou uma dificuldade, o que você faz para dar a volta por cima?


⇾ O trabalho sempre foi meu caminho. Mas sem negar essa dor que precisa ser vivida e elaborada no seu tempo.

⇾ Eu medito, respiro e me permito vivenciar seguindo em frente, me fortalecendo na vida de todos os dias!

⇾ Eu sempre busco entender o que necessito aprender com aquela experiência. E me fortaleço em Jesus e no evangelho, e na presença carinhosa da família!

⇾ Eu faço minhas orações, me recolho, medito, me reenergizo e após esse tempo, que é rapidinho,retorno pronta para encarar qualquer obstáculo.

⇾ Continuo insistindo em crer que todas as cruzes que nos são dadas a carregar são suportáveis - senão não as teríamos recebido! Crer e agir do modo mais justo possível, para mim é o caminho!

⇾ peço a Deus que aumente as minhas forças. 

⇾ Caminhar...caminhar sempre acalma e elucida!

⇾ Sempre seguir Jesus! Pois nada acontece em nossa vida sem um objetivo. Então, tudo que acontece é para melhorar.

⇾ Engraçado que lendo o que os amigos já escreveram, o processo é individual e muda mesmo. Eu gosto de ouvir música que me acalme, converso, oro, tomo banho ( acredito no poder de limpeza e cura da água)... Percebi que não tenho muito uma "fórmula" porque depende do momento. Mas a certeza é a oração.

Um pensamento ao Alto e tudo se resolve...e trabalhar...

Acima 10 respostas de pessoas amigas ao meu questionamento. Dentro do texto, um novo se fez. Releia agora observando apenas o que está em negrito. 😉

"Não temas a dor, na escola da vida, e recolhe, em silêncio, as bençãos de que se faz emissária." (Emmanuel)

Abraço fraterno,

Aline Caldas

23/03/2018

21 de março de 2018

Por Ana Lis

Olá pessoal!

A pequena e bela Ana Lis é filha de uma querida ex-aluna, e precisa de nossa ajuda. 



Desde seu primeiro mês de vida, Ana Lis vem lutando por uma melhor qualidade de vida diante do diagnóstico de alergia à proteína do leite de vaca, alergia a múltiplas proteínas alimentares e imunodeficiência humoral (as doenças decorrentes da imunodeficiência afetam a capacidade do sistema imunológico de defender o organismo de células estranhas que o invadem e/ou atacam)

Atualmente, sua alimentação é muito, muito restrita 😔

Um novo tratamento foi indicado para ela, mas fora do Estado de Pernambuco, onde reside. Para isso, precisamos unir esforços para angariar recursos com o objetivo de custear novos exames e testes para que seja desenvolvido um novo plano terapêutico, bem como a compra de uma caneta de adrenalina para ser utilizada em situações de emergência.
  
Qualquer valor depositado será muito importante!!!


Conheça um pouco de sua história nesse link:


Esse é o link da vakinha:

Que Jesus abençoe a todos nós, especialmente a Lis e a mamãe dela

Conto com seu apoio solidário...abraço fraterno,

Aline Caldas

7 de março de 2018

Quais foram seus dias mais alegres?

Um dia desses, fiz uma pergunta em minha rede social e pedi que as pessoas escrevessem o primeiro sentimento que visse à mente.




Ao ler as respostas (registradas em negrito), percebi que seria possível compor uma cronologia que, independente da ordem dos fatos, acabou por ativar memórias afetivas que, certamente, fazem parte do trilhar de muitos de nós.

 Quais foram seus dias mais alegres?

As descobertas e experiências da infância,
As recordações de bons momentos em família, 
Viagens que geram conhecimento e novas amizades, 
A aprovação  no vestibular, 
A alegria na realização da formatura, 
O empenho na aquisição da casa própria,  
A magia do dia do casamento, 
A descoberta e o anúncio da gravidez,
A expectativa e felicidade com o nascimento dos filhos (e até netos),
A entrega amorosa no ato de amamentar, 
O receio e aprendizagem valiosa com as mudanças de cidade/estado,
A gratidão por ter mais um dia de vida,
A sensação ímpar de estar em paz consigo mesmo,
A consciência que todos os momentos tem sua importância e seu valor, "em tudo dai graças".

E você, quais foram seus dias mais alegres?
Relembrar queridas emoções é uma forma de nutrir a mente e o coração com bons sentimentos!
Experimente...

Abraço fraterno,

Aline Caldas
07/03/2018

28 de fevereiro de 2018

GradATIVAMENTE...


Viver um dia de cada vez, porque como sabemos, quanto ao ontem não temos o que fazer, sobre o amanhã, podemos planejar, mas não sabemos se iremos concretizar; o que temos é o hoje.

Temos que cuidar dos nossos pensamentos, viver melhor os sentimentos com toda intensidade, orando e vigiando sempre...convictos do Amparo Divino, em meio às tribulações que ainda não compreendemos, mas certos de que tudo tem uma razão de ser. 



Mesmo que existam brechas em nossos pensamentos, afinal somos humanos, o importante é o digno esforço em procurar alinhar o nosso discurso à prática, atentos aos pontos que já melhoramos mas, especialmente, conscientes das arestas que ainda precisamos reparar em prol de nossa evolução pessoal.

" Caminhante, não há caminho. O Caminho se faz ao caminhar" ( Antônio Machado - Poeta Espanhol)


Abraço fraterno,

Aline Caldas
28/02/2018

18 de janeiro de 2018

MelhORE(mos) sempre!


Olá,

Quanto teeeeeeempo!!! Espero que esteja tudo bem com você e com sua vida!

Em 2017, resolvi fazer uma pausa, fiquei offline. Volto hoje, impulsionada pelo carinho de duas  queridas que, de forma muito especial, estimularam meu retorno a este espaço.

Desejo boas novas atitudes, neste novo ano, para todos nós! Fiquemos atentos às diversas situações que ocorrerão para testar o nosso real desejo de fazer diferente e melhor que antes. 

Para 2018 ( e sempre): 
  


Isto pode ser uma excelente maneira de exercitar os bons sentimentos que desejamos que os outros tenham por nós, não é mesmo?

Se é dando que se recebe, vamos caprichar naquilo que ofertamos aos outros, ao Universo, à vida!


Abraço fraterno,

Aline

18/01/2018 

*P.S -  Samantha Lopes e Elaine Cunha, gratidão por todo afeto que me trouxe de volta até aqui...




14 de dezembro de 2016

Ponto final ou uma vírgula?

Fui ao cinema ver " O Vendedor de Sonhos" do psiquiatra, cientista e escritor, Dr. Augusto Cury. O filme é envolvente, realmente provocador de nossas emoções. Amei!

Se você ainda não viu, vá ver... Pare um pouco para refletir sobre as prioridades da vida, sobre as relações sociais e a verdadeira felicidade, o cultivo do perdão e amor (sobre se permitir vivenciar uma segunda chance, se preciso for). O conteúdo penetra a alma.
.
Há pessoas que sepultam pessoas com um ponto. 


Somente através da vírgula existe a oportunidade do recomeço.


Aline

14/12/16